quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

Raiva é pouco

Definitivamente, hoje não é o meu dia de sorte, aliás, para falar a verdade, o meu início do ano não tem sido dos mais agradáveis.
Acontece que eu não estou com espírito de ano novo também, já que, antes de qualquer coisa, eu não estou de férias: pois é, o meu cursinho para a segunda etapa da UFMG vai até o dia 21, para a maratona de provas começar dia 23. Ou seja, não estou curtindo, arrumando o quarto, guardando coisas velhas, trocando guarda roupa, entre outras coisas que sempre faço no início de ano. Acredito que eu só vou me sentir em um ano novo em fevereiro, quando eu finalmente terei férias e um tempo só para mim (e para a Lara, claro!)

Além disso, também não estou muito bem, emocionalmente. Brigas com o pessoal da minha casa, discussões bestas o tempo todo com o Lucas, e a falta de paciência aqui, na casa dele.
Hoje, passou dos limites, e eu me segurei MUITO para não explodir. Para falar a verdade, ainda estou com vontade de pegar o carro e ir passar a noite na casa da minha avó, e então voltar só amanhã a tardinha. Mas eu sei que se fizer isso a minha situação com o Lucas vai piorar ainda mais, porque, segundo ele, como sempre, eu estou exagerando. (Na boa, que ele vá pro raio que o parta com o que ele acha. Eu estou p*** mesmo, e com TOTAL razão, e não há quem me convença do contrário).

Ok, acho que tá na hora de contar o que aconteceu né?
Hoje estou morta de sono porque ontem fomos a uma reuniãozinha na casa de um amigo comemorar seu aniversário. Acordei às 6 da manhã, para levar a Lara ao pediatra (assunto para outra hora), fui para a aula, cheguei em casa e então, aproveitei que a Lara dormia para ir comprar algum biquíni. Até ai, tudo bem, só reinava o mal humor de noite mais que mal dormida, com vontade zero de experimentar biquíni (ainda mais com os meus Srs. Esquerdo e Direito desiguais, e cada hora de um tamanho diferente). Enfim: após ir de um lado para o outro na rua aqui perto, e entrar em duas lojas, saí insatisfeita e sem nenhum biquíni nas mãos - acontece. Mas o mal humor só piorou, e, chegando em casa, a bomba: a Júlia (irmã mais nova do Lucas) com a Lara no colo, falando - sorrindo como quem sabe que estavam fazendo coisa errada - que o pai dela estava dando ARROZ DOCE para a Lara!!! (Meu coração despara só de lembrar). Sério, eu mereço o prêmio Nobel da paciência, porque eu não sei COMO eu me segurei para não falar nada. O Lucas xingou, mas como ele está sempre xingando alguma coisa, o pai dele não levou a sério, e falou: "NÃO TEM PROBLEMA NENHUM", e claro, saiu achando que estava certo, o que é pior! Não tem problema nenhum uma VÍRGULA. A filha é NOSSA, NÓS decidimos o que tem ou não tem problema, NÓS decidimos o que queremos ou não para ela. AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAH! Estou com raiva, MUITA raiva. Muita MESMO! Não estou com vontade de sair do quarto, nem de olhar para ele, nem de deixar ninguém mais além de mim e do Lucas pegar na Lara. E amanhã, que o Lucas terá que ir trabalhar na parte da manhã, já decidi que nem irei para a aula. Não a deixo sozinha mais aqui (sem o Lucas) tão cedo! Até que pelo menos todo mundo comece a respeitar as nossas decisões e parem de achar que só eles sabem das coisas. É "está muito frio, cobre ela" pra cá, "tem que dar banho" pra lá, "dá mamadeira que ela está com fome" pra ali... ah, estou cansando! Mesmo! Uma pena que eu precise da ajuda deles. E não, não estou fazendo pouco caso da ajuda imensa que recebo da minha sogra principalmente. Mas não custa seguir as coisas que eu e o Lucas pedimos, custa????
Então que vim direto para o quarto, e estava chorando de raiva, apesar de tentar controlar. Chorando de raiva, de ódio, me senti invadida, desrespeitada, e claro, culpa, porque a culpa foi minha de ter deixado a Lara aqui sabendo que corria o risco de não seguirem as nossas ORDENS. E o Lucas me disse que não precisava disso, que eu estava exagerando. Aposto como ele já esqueceu. Mas eu não, não mesmo. Ah... não mexem com minha filha, e muito menos metam o bedelho naquilo que EU sou a responsável. Poxa vida, hoje mesmo no pediatra questionei o fato de que iria dar só suco de laranja porque acho totalmente desnecessário introduzir açúcar na dieta da Lara e o avó dela vai dar logo ARROZ DOCE????? ARROZ DOCE??? Meu Deus, mas é MUITA ignorância ainda achar que está certo.
Ah não! Sério, tudo tudo tudo que ele (o meu sogro) fala agora eu penso, e fica entalado alguma resposta irônica aqui na garganta: "Onde está o meu celular?" - Sei lá! Quem sabe você não deu pra Lara comer por acaso?!
E quem disse que a Lara mamou numa boa na hora que eu cheguei???
Depois de experimentar o irresistível doce, ela berrou, esperneou, e só o bico (que estava cheirando a ARROZ DOCE) a fazia parar de chorar. Ela dormiu chorando, sem mamar, eu dormi com ela no colo. Pelo mesno mamou ao acordar. Estou aqui, tentando desabafar um pouco, mas está difícil, demais!
Esses sentimentos de invasão e desrespeito, e a impossibilidade de descarregar toda a minha raiva, falando tudo que eu penso que me incomoda e acho ruim são PÉSSIMOS!!!!!
Não estou preparada para sair do quarto ainda, e ficar lá fora. Quem sabe as coisas melhorem amanhã, ou depois de amanhã. Semana que vem talvez. Só sei que não desgrudo da Lara mais (a não ser que o Lucas esteja com ela).


ps: que fique bem claro que me conti MUITO para não falar 23986271 palavrões aqui!


Volto quando estiver mais calma para contar da consulta, das festas de final de ano - Natal e Reveillon e as novidades - e fotos - da minha princesa!

18 comentários:

  1. Nooooooossa, como eu te entendo! Pode deixar que eu xinguei todos os palavrões aqui, por vc. rsrs...
    Quando estava na minha sogra, deram chá pra minha bebê. Deixavam a minha bebê sem roupa e falavam qe não tinha nda a ver... Ficava puuuuuuuuuta da vida. Um dia desses ela veio me visitar e trouxe o irmão mais novo do meu marido, cara, a cecília tem o habito de chupar dedo e o menino ficava segurando o dedo dela, pqp, e a bichinha chorando. Fiquei louca da vida. E fora essas indiretas de "tah com frio" "tah com fome". Minha sogra falava qe eu murrinhava leite. Acredita? Só de lembrar me dá raiva.
    Hj qe estou na minha casa, somente eu e meu marido. É outra coisa! Até minha bb ficou mais calma.

    Bjs

    ResponderExcluir
  2. amiga querida do meu coração.... affffffff q situaçãooooo eu odeio q se metam com meu filho, viro bixooooooo
    vc é uma guerreira viu,,, por aguentar tudo calada.... mas se deus quiser logo tudo isso vai melhorar...
    amiga sua corujinha nao chegou? ja entrei em contato com o correio e nao me deram resposta..

    bjussssssssss

    ResponderExcluir
  3. Eu não tenho blog, mas vou opinar de qualquer forma. Olha, a invasão de privacidade e a falta de respeito são terríveis! Machuca, mesmo. Acredito que tudo vai passar em breve e, logo, logo, vocês terão o cantinho de vocês. O pior é que, suponho, pela forma como vc descreveu, que a família do seu companheiro não deixam vc ter voz, te calam por vc depender deles de alguma forma. Mas, por favor, não faça isso com sua vida. Se coloque, fale dos seus sentimentos e da sua responsabilidade de ser mãe, da sua força e amor em maternar. Não deixe ninguém nesta vida te calar, de fazer sentir-se 'muda', de não poder expressar-se. Isso é prisão e não se aprisione. Sei que sua situação é delicada, mas peça ajuda a Deus, peça força e que Ele abra os corações dos seus sogros para te ouvirem em amor.
    Um beijo e que amanhã esteja tudo mais leve!
    Deus te abençõe!
    Com carinho,
    Alexsandra!
    alexsandrabra@gmail.com

    ResponderExcluir
  4. Nem me fale RENATA, não vejo a hora de ter o nosso cantinho, onde será tudo do nosso jeito, e até mesmo onde teremos um refúgio para momentos como esses.

    DANI, com o tempo melhora sim, até porque a Lara vai ficando maior e as restrições diminuem. E eu espero que o respeito aumente!

    ALEXSANDRA, na verdade eles me deixam ter voz sim. Quando eu estou perto eles não fazem nada, sempre procuram pela minha aprovação nas coisas, porque sabem que é assim que sempre gostei de tudo. Mas o problema é quando eu não estou, e então eles fazem a festa. Isso sim é que me incomoda, e MUITO. Eu não chamo atenção porque sei que não vai adiantar, pelo menos quando o Lucas chama não adianta. Então prefiro não falar nada que é para não ficar clima chato depois. Enfim, um dia talvez, quem sabe!

    ResponderExcluir
  5. Aqui a sem noção é minha sogra, acredita que a "maldita" desculpa, mas é o único nome que me vem a cabeça, deu castanha, panetone, e mingau de maisena pro menino?? (mingau com açucar) fiquei como você esta agorinha, estavamos na casa de uma tia para passar a virada de ano, Bryan acordou super cedo e eu falei pro Bruno dar mamar a ele pois eu estava cansada, tinha ido dormir as 4 da madruga e queria descansar...daí quando acordo me vem a Fdp com a maior cara de felicidade: Dei mingau a ele!!! e com açucar, ele amou!! Nossa que raiva, e sei que vc me entende, que a vontade nessa hora é de voar no pescoço e meter as tapas!!
    Vou contar melhor lá no meu blog privado (porque minha cunhada lê o normal) depois o rolo todo que deu, mas te garanto que sei bem o que vc sentiu.
    A minha sorte é que não dependo dela para nada e jamais deixaria meu filho sozinha com ela, never, irei deixar com a minha mãe no volta as aulas, mas se minha mãe não puder levo ele a faculdade, porque com a minha sogra ele não fica de modo algum!!!!!!!!
    bjoos

    ResponderExcluir
  6. Afff...ninguém merece!Ainda bem que minha sogra mora longe!!Rss!Mesmo assim pelo telefone ela ainda dá pitaco!!Rss!!Ela vem passar 15 dias aqui em casa, quero só vê...Dá muita raiva mesmo se meterem na forma como conduzimos a vida dos nosso filhos!!

    ResponderExcluir
  7. Menina, que raiva... sei bem comose sente... já passei por situação semelhante, e dei o maior show por causa disso. Não sou de briga, mas mexeu com meu filho, eu desço do salto.
    fica com Deus!!!
    bjs

    ResponderExcluir
  8. Ai, amiga, queria mais era te abraçar agora!!! Sei bem o que vc está sentindo, como todas as mamães aí acima neh!
    Que coisa chata essa situação!!!! Como as pessoas são sem noção, meudeusdocéu!!!

    Minha sogra e meu sogro também são assim, e ainda hoje eles tentam se meter e "estragar" a educação que damos para o Lucas, sempre o chamando de coitadinho (eu odeio!!!!!!), mas eu não fico quieta. Sempre falo o que penso, falo para o Lucas sabe, indiretamente para eles, mas nunca deixo de dizer o meu ponto de vista, afinal, a mãe sou eu! Mas, é claro que as vezes ficamos com tta raiva que é melhor se calar e deixar a raiva secar... vc fez bem!
    Fique aí no seu cantinho e com sua filhota, e nunca, nunca se sinta culpada! A culpa não é sua!
    Tomara que essa sensação ruim passe logo!!!
    Vou estar aqui torcendo, viu?!

    Um beijo, querida!
    Fiquem bem!
    Ju

    ResponderExcluir
  9. Ih conheço muito bem este sentimento de invasão, todo mundo querendo dar palpite, por isso sou grossa mesmo goste quem gostar.
    Amiga, não quero botar fogo, mas vai acostumando pq quando a gente casa leva a familia do marido junto, aí só muita paciência.
    Fica bem viu!
    Bjs

    ResponderExcluir
  10. Menina
    Não se sinta só.
    Este tipo de invasão acontece o tempo todo, em todas as famílias. Lute para alcançarem seus objetivos e vocês puderem ter um cantinho sem interferências. Estou na torcida e entendo perfeitamente!

    ResponderExcluir
  11. Nossa, amiga...sei bem o que você está sentindo...se sentir invadida,desrespeitada, já me senti muito assim, agora um pouco menos, mas ainda me irrito quando tentam me "ensinar" a ser mãe.Acho que nós sabemos o melhor para nossos filhos, mesmo que não tenhamos muita "experiência"edevemos ser respeitadas em nossas decisões. Se alguém der alguma coisa pro João, vou virar um bicho, pois quero manter amamentação exclusiva até 6 meses e morro de medo de ele largar meu peito... aí já viu, né? Minha cunhada é cheia de graça de "molhar a boca" do bebê com coisas doces.. eu já avisei que ela que não se atreva, sob pena de não ficar mais com o afilhado dela!!
    bjos

    ResponderExcluir
  12. Meu Deus do Céu e eu que achei que isso era privilégio dos entrometidos da minha familia kkkkkk .... se te consola minha amiga é que eles ainda te respeitam pelo menos quando vc esta por perto .... pq comigo é um tal de imagina eu já criei não sei quantos filhos e dai logo penso ta e dai agora quem ta criando sou eu da licença masssss não é simples assim infelizmente néh .... é tudo muito complicado e eu espero de coração que vc consiga passar por estas pedrinhas no caminho sem estragar sua felicidade e principalmente da Lara ....

    beijossss

    ResponderExcluir
  13. Ai menina, parece que a intromissão dos familiares acontece com todo mundo! Por aqui a pior é minha sogra. Vira e mexe ela faz alguma guloseima e quer porque quer que Bento coma. De vez em quando até que tudo bem, afinal Bento já tem 1 ano e 8 meses, mas antes do jantar, por exemplo, não deixo. E nem guloseimas vazias, do tipo balas, que são puro açúcar.
    O mesmo acontece com a família do meu marido. As tias entucham o menino de comida e argumentam: "mas ele estava olhando, vai ficar com vontade...". É dose mesmo.
    Vc tem razão em ficar brava, chateada, se sentir invadida. Tente ir se impondo aos pouquinhos, dando indiretas leves do que vcs aprovam ou não com relação à Lara... É difícil, exige muuuita paciência... mas é possível!
    Boa sorte, querida!
    beijos!

    ResponderExcluir
  14. nossa, isso foi muito errado mesmo. uma coisa é a pessoa dar opinião, que ja deve encher o saco as vezes, mas fazer uma coisa com a sua filha, sabendo que você, que é a mãe não quer, so pq vc não ta olhando....a nemmm...tem q ter muita paciência mesmo, eu nem sei o que faria se tivesse no seu lugar....

    ResponderExcluir
  15. Meu Deus!!! Que absurdo!!! Acho que eu teria quebrado a casa toda se fosse vc! Mas agora o jeito é se acalmar mesmo, nao tem muito o que fazer a não ser deixar mais uma vez claro que eles tem que fazer o que os pais acham melhor e nao deixar ela sozinha com eles de jeito nenhum.

    Família é sempre um problema, seja a nossa ou a dos outros, eu moro sozinha, sou solteira, passei por toda gravidez bem isolada e isso também não é muito bom sabe, evita um monte de incomodação mas a gente precisa das outras pessoas, mesmo quando elas atrapalham um pouco.

    Espero que as coisas estejam melhores.

    Beijos pra ti e pra pequena.

    ResponderExcluir
  16. Estava com saudades desse cantinho aqui...Ao invés de te dizer para quebrar tudo, falar um monte, sinceridade? Se acalme, por mais difícil que seja e use de conforto a maturidade e vontade que vcs tem de ter o lar de vcs, da SUA família.Logo acontecerá, logo vc irá tirar de letra esse tipo de situação, que é inevitável de acontecer.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  17. Nossa não acredito que ele fez isso!!! mais é assim msm amiga, avó só atrapalha e pior que eles acham que estão certos... não tem aquela velha historia... "avôs estragam os netos"... então veja por ai... claro que está muitoooooo cedo p/ eles fazerem isso mais avó é tudo igual viu, vejo isso pela minha cunhada que mora com meus sogros, ela passa por cada uma, chora de raiva e o meu cunhado tb sempre acha que ela está exagerando e não toma nenhuma providencia :( uma pena viu.
    Mais olha só como vc mora com eles tenta manter a calma p/ não acabar em discução, fale p/ a sua sogra como vc se sente e diga a ela as coisas que vc acha errado fazer p/Lara, arroz doce p/ uma bebê de 4 meses é um absurdo talvez ela te compreenderá.

    Bjoss

    ResponderExcluir
  18. Oi!Estava pesquisando se só eu sofro com isso e me surpreendi ao ver tantos casos parecidos! A minha sogra, tmb não é bem certa.Meu neném estava com 1 semana de vida, estava chorando com cólica e ela, pegou aguá gelada, sem ser filtrada e fervida, da geladeira enfiou numa chuca e queria dar para o meu RN.Sem contar que quer levar ele toda hora para a casa dela, que se ve alguém, tira ele do meu colo, atrapalha as mamadas dele e agora que ele ta maior com 1 ano e meio, eu pedi para ela tirar as facas que ficam nas gavetas baixas da cozinha, e sabe o que ela me respondeu?Comigo ele não meche. PARA TUDO, pq ele adora abrir armário e gavetas da cozinha e la ele não meche?Meu marido ja viu ele com um faca na mao la e ficou super assustado, brigou com minha sogra, mais não adianta ela é a dona da razão.

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...